• Horário de atendimento no período de férias: de segunda à sexta, das 14h às 20h.
Publicado em: 03/12/2012

03/12/2012

Alunos apresentam trabalhos no Conic

Trabalhos de alunos do curso de Relações Internacionais das Faculdades Integradas Rio Branco foram apresentados na 12ª edição do Congresso Nacional de Iniciação Científica (Conic), realizado nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro, na Universidade São Judas Tadeu.

O evento reuniu cerca de 1.500 trabalhos de diversas áreas do conhecimento. Segundo as professoras Regiane Bressan e Martha Mercado, orientadoras dos trabalhos apresentados, os projetos, desenvolvidos nas disciplinas Projetos Interdisciplinares e Estudos Interdisciplinares, tiveram como eixo temático a integração regional, as experiências democráticas ao redor do mundo e a questão dos direitos humanos, em suas múltiplas manifestações.


Alunos do curso de Relações Internacionais apresentaram trabalhos

Realizado pelo Sindicato das Entidades Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o Conic, considerado o maior e mais tradicional encontro de iniciação científica do Brasil, estimula o interesse dos alunos pela pesquisa e pela inovação, amplia a qualificação dos universitários para ingresso nos programas de pós-graduação e traz oportunidades do mercado de trabalho. Além disso, propicia o intercâmbio de informações entre estudantes de graduação e professores de Instituições de Ensino Superior públicas e privadas.

Para a professora Martha Mercado, congressos como esse "cumprem o papel de fomentar o corpo discente ao exercício da investigação científica, aperfeiçoando sua análise crítica, maturidade intelectual e o entendimento do papel da ciência na elucidação dos fenômenos e problemas atuais, gerando possibilidades futuras, tanto acadêmicas quanto operacionais".

Além disso, "propicia desenvolvimento e maturação à formação acadêmica já que o aluno apresenta os resultados de sua pesquisa à comunidade externa, bem como compartilha conhecimento com alunos de outras instituições", acrescentou a professora Regiane Bressan.

Conheça os projetos apresentados

O interesse das construtoras nacionais na formulação da política de integração regional do Governo Lula (2003-2010)
Autor: Felipe Eduardo Luiz
Orientação: Professora Regiane Bressan
O trabalho analisou a participação de quatro construtoras nacionais - Odebrecht, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Queiroz Galvão, na implementação da política externa do governo Lula para a América do Sul. Para tal objetivo, foi realizado um panorama histórico dos principais acontecimentos que culminaram na internacionalização dessas construtoras e como elas conseguiram expandir sua atuação para a região sul-americana durante o governo Lula. A articulação dessas construtoras com o governo propiciou substancioso financiamento do BNDES, promovendo a integração de infraestrutura na região e a internacionalização destas construtoras.

As práticas da Mutilação Genital Feminina (MGF) no Egito e sua repercussão na agenda da reforma política da "primavera árabe"
Autor: Sabrina Madi Ravazzi, com coautoria de Silvia Faria Maciel
Orientação: Professora Martha Mercado
Investigação de questões da persistência das práticas da Mutilação Genital Feminina (MGF) no Egito, tendo como referência o quadro político no pós "Primavera Árabe". O trabalho tratou das práticas de MGF em toda sua extensão e persistência e, buscou investigar como o movimento pró-democracia, que ficou conhecido como "Primavera Árabe", tratou a questão que é premente na agenda internacional dos direitos humanos.

Os EUA e a imigração ilegal: uma análise comparativa entre a posição do governo Bush e Obama
Autor: Andres Oliveira Cornejo, com coautoria de Georgia Soares e Mariana Stefanini
Orientação: Professora Martha Mercado
O trabalho investigou as políticas adotadas nos governos Bush e Obama para a imigração ilegal, no que diz respeito à economia e à segurança nacional após o atentado de 11 de setembro de 2001. As alunas investigaram, além das posições, propostas e medidas adotadas pelos dois governos, a posição da sociedade americana, expressa pelos setores que interagem diretamente com migrante - os contratantes dessa força de trabalho - bem como com a opinião pública em geral em relação à imigração ilegal.

A Islândia após a crise de 2008: o processo de renovação democrática
Autor: Amanda Garcia Michelini, com coautoria de Nathalia Duarte e Aline Rosa
Orientação: Professora Martha Mercado
A pesquisa analisou o histórico da democracia islandesa bem como seu enfraquecimento provocado pela crise econômica de 2008, que por pouco não provocou uma ruptura do quadro institucional. Além disso, buscou compreender como a Islândia saiu, num curto espaço de tempo, de uma situação de quase insolvência político-econômica para o que pode ser descrito como um fenômeno de efetiva participação popular, que gerou a renovação e fortalecimento das instituições democráticas.