• Horário de atendimento no período de férias: de segunda à sexta, das 14h às 20h.
Publicado em: 25/03/2013

25/03/2013

G20 Youth Summit - Etapa Brasil 2013

Com colaboração de Caio Colagrande, Égon Rodrigues e Graziela Primiani

As Faculdades Integradas Rio Branco, em parceria com o Instituto Global Attitude, realizaram a segunda edição do G20 Youth Summit - Etapa Brasil 2013, entre os dias 20 e 24 de março. O evento, que antecede a etapa internacional, escolheu cinco estudantes ou jovens profissionais para compor a delegação responsável por representar o país na próxima reunião oficial do G20, que acontecerá em São Petersburgo, na Rússia, juntamente com estudantes de todo o mundo. Em 2011 e em 2012, a delegação brasileira contou com a atuação de alunos de Relações Internacionais da Rio Branco.


Mikhail Grigorievich Troyanskiy, Alexandre Uehara, Eduardo de Barros Pimentel e Rodrigo Reis

A abertura do encontro aconteceu no dia 20 de março, reunindo cerca de sessenta estudantes de todo o Brasil, além de jovens chairs de vários países, com experiência em simulações e fóruns internacionais, que são responsáveis por liderar e intermediar as discussões dos cinco comitês.

Marcaram presença na abertura o presidente da Fundação de Rotarianos de São Paulo, Eduardo de Barros Pimentel, o diretor acadêmico das Faculdades, Alexandre Uehara, o diretor do Instituto Global Attitude, Rodrigo Reis, e o Cônsul Geral da Federação da Rússia em São Paulo, Mikhail Grigorievich Troyanskiy.

Eduardo de Barros Pimentel ressaltou a oportunidade que o G20 proporciona aos participantes e ao Brasil de estar mais próximo das maiores potências mundiais, podendo participar de suas decisões.

Em sua fala, Alexandre Uehara citou a necessidade de conhecer a realidade dos países. "A simulação permitirá o desenvolvimento da prática do diálogo e a troca de conhecimento, cada vez mais necessária entre povos e nações", afirmou.


Rodada de Negociações

Representando a Rússia, país sede do G20 neste ano, o Cônsul Geral Mikhail Grigorievich ressaltou as relações políticas entre Brasil e a Rússia e as medidas tomadas pelo país para sediar o evento, enfatizando os avanços econômicos e sociais recentes. Mikhail Grigorievich acrescentou, ainda, que a Rússia contribuirá para solucionar os principais problemas do mundo.

O ex-aluno das Faculdades e diretor do Instituto Global Attitude, Rodrigo Reis, contou a história do evento realizado no Brasil, destacando a importância da participação e do engajamento dos jovens, que exercem influência e opinam sobre assuntos importantes e urgentes da agenda internacional.

O evento contou com cinco comitês: Comitê Energia e Mudanças Climáticas, Comitê Chefes de Estado, Comitê de Finanças, Comitê de Desenvolvimento e Comitê de Relações Exteriores, liderados, respectivamente, pela indiana Roshni Kapor, pelo norte-americano Lantz Maxwell, pelo alemão Heinrich Nolte, pelo paquistanês Zahid Mahmood e pelo o italiano Lorenz Insam.


Jose K. Mathew, Rodrigo Reis e Gunther Rudzit

Palestras e visitas
O painel de discussão dos BRICS levantou importantes questões relativas ao agrupamento formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul. O Conselheiro Econômico do Consulado Geral da Índia, Jose K. Mathew, ressaltou a necessidade de aprofundar a institucionalização do grupo e apresentou um panorama atual da atuação dos BRICS. Gunther Rudzit, professor de Relações Internacionais das Faculdades, refletiu acerca das semelhanças e diferenças políticas e econômicas entre os países do grupo. Os participantes realizaram perguntas referentes ao tema.

As oportunidades que o encontro oferece aos participantes, a partir da reflexão e análise das complexidades que envolvem as relações internacionais, principalmente nos momentos de crise, foram discutidas pela professora do curso de Relações Internacionais das Faculdades, Norma Casseb.

O workshop "Oportunidades Educacionais e Profissionais no Exterior" discutiu a importância de experiências internacionais, com a participação de representantes da E.F. Brasil, que abordaram a importância do inglês no mundo. O Workshop contou, ainda, com a apresentação de Juliana Cunha, representante do Educ. AR (portal educativo da Argentina), que relatou experiências educacionais de intercâmbio para a Argentina.

Acompanhados pelos chairs internacionais, responsáveis pelos comitês do encontro, os participantes visitaram os consulados gerais do México, Turquia, Reino Unido e Estados Unidos.

Confira como foram as discussões dos Comitês, clique aqui.

Os alunos e ex-alunos de Jornalismo fizeram a cobertura completa do evento, confira aqui.