• Horário de atendimento no período de férias: de segunda à sexta, das 14h às 20h.
Publicado em: 30/10/2018

9ª edição do Programa Rio Branco para Jornalistas

Com o intuito de oferecer atualização e reflexão aos jornalistas que atuam na imprensa, as Faculdades Integradas Rio Branco promoveram a 9ª edição do Programa Rio Branco para Jornalistas, com o tema “O Brasil em Pauta 2018: eleições, política, economia e imagem internacional”.

Reunindo aproximadamente 30 jornalistas de importantes veículos nacionais, o programa contou com a presença de profissionais da Globo, Band News, Cultura, Rádio CBN, Revista Exame, Estado de São Paulo, entre outros.

Os jornalistas tiveram a oportunidade de integrar aulas e debates sobre os aspectos políticos, sociais e econômicos que envolvem o atual panorama nacional com impactos internacionais. 

Professor Ivan Lucon

A primeira aula foi ministrada pela professora Renata Carraro, advogada e jornalista, doutora em Comunicação Social pela Universidade Metodista, formada em Direito com especialização em Direito Público pela Faculdade de Direito de Curitiba, que falou sobre “A Interferência do Judiciário na Política Brasileira e a Cobertura da Imprensa”.

A segunda aula do programa abordou o tema “Eleições Brasil 2018: cenário político, candidatos, análise dos últimos acontecimentos e impactos internacionais”, com o Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), mestre em Ciências Sociais pela PUC-SP e professor, Pedro Costa Júnior.


Cristiane Mancini, durante a 9ª edição do curso para jornalistas

“As contrarreformas do Estado” foi o tema da terceira aula, ministrada pelo professor Ivan Lucon Jacob, doutorando em Desenvolvimento Econômico (História Econômica) pela Unicamp, mestre em Economia pela Unesp e pesquisador no Grupo de Pesquisa em História Econômica e Social Contemporânea .

Fechando o programa, a professora Cristiane Mancini, mestre em Economia pela PUC-SP e membro do grupo de pesquisa em Economia Industrial da PUC-SP, abordou o tema “Brasil: cenário interno e perspectivas no comércio internacional”.